Engenharia de cargos: o que é e como a IA pode ajudar o seu RH!

Engenharia de cargos: o que é e como a IA pode ajudar o seu RH!

Embora seja frequentemente subestimada, a engenharia de cargos é uma peça chave na otimização do processo de recrutamento e da gestão de recursos humanos. 

Isso especialmente em um cenário em que esses setores precisam considerar, de maneira ainda mais precisa, métricas como turnover e taxa de satisfação.

Assim, a engenharia — ou desenho — de cargos, ajuda a garantir que os candidatos certos sejam pareados com as posições ideais. 

Apesar de ser um grande desafio, hoje em dia é possível contar com a ajuda da Inteligência Artificial (IA) para construir um desenho de cargos, de maneira mais simples e acessível, além de mais integrada à realidade de cada organização. 

Por isso, neste artigo, exploramos a fundo esse conceito, suas vantagens e quais são as etapas de construção. 

Também vamos compreender como a tecnologia está transformando o campo do recrutamento e seleção e como isso se converte em vantagens estratégicas relevantes

Boa leitura!

Índice:


Afinal, o que é a engenharia de cargos?

A engenharia de cargos é o processo no qual as empresas analisam e organizam as tarefas, responsabilidades e funções de um cargo. 

Sendo assim, o objetivo é definir o papel de cada posição dentro da organização, garantindo que todas as pessoas saibam o que é esperado delas, e como suas atividades se encaixam nos objetivos da empresa. 

Essa organização ajuda a melhorar a eficiência e a satisfação no trabalho, além de auxiliar na contratação do perfil profissional ideal, no treinamento e na avaliação de desempenho dos colaboradores. 

Em termos simples, podemos dizer que é uma forma de estruturar e otimizar os cargos e funções dentro de uma organização.

Engenharia de cargos: como fazer

Engenharia de cargos: o que é e como a IA pode ajudar o seu RH!

Agora que já entendemos o conceito, vamos avançar na compreensão de como funciona na prática o desenho de cargos e funções

Mas, antes disso, é importante conceituar a diferença entre esses dois termos, já que, apesar de frequentemente associados ao mesmo significado, são coisas diferentes. 

Cargo é o título de uma posição na organização, enquanto função é o conjunto de tarefas, responsabilidades e rotinas que devem ser exercidas por quem ocupa esse cargo. 

Os dois conceitos se relacionam porque a função determina as atribuições do cargo.

Por exemplo, um cargo de Gerente de Vendas tem como função liderar uma equipe de vendas, definir estratégias de vendas e fechar contratos. 

Agora, vamos conferir os principais conceitos envolvidos na engenharia de cargos:

Análise de cargos

Análise de cargos é a primeira etapa do processo de engenharia de cargos. 

Basicamente, consiste na coleta de informações sobre as atividades, responsabilidades e qualificações necessárias para o desempenho de cada cargo. 

Essas informações são obtidas por meio de diversos métodos, como entrevistas com ocupantes de cargos, pesquisas de mercado, identificação de gargalos e análise de resultados.

Descrição

O próximo passo é a criação de documentos que apresentam as informações coletadas na análise de cargos. Além disso, detalham as tarefas, responsabilidades e requisitos de um cargo específico.

Geralmente, o documento contém os seguintes elementos:

  • título do cargo;
  • resumo das atividades;
  • tarefas e responsabilidades;
  • qualificações necessárias.

Especificação

Por sua vez, a especificação define os critérios de seleção e qualificação necessários para ocupar um cargo. 

Aqui, são considerados, por exemplo, os níveis de experiência e educação requisitados para o cumprimento das funções, além de habilidades e competências específicas e desejáveis. 

Avaliação

Chegando na parte de avaliação, o objetivo é compreender o valor relativo de diferentes cargos dentro da organização, e estabelecer uma estrutura salarial justa e equitativa. 

Assim, nesse passo, é necessário considerar diversas variáveis para se chegar a um valor que seja justo tanto para os profissionais e para a realidade do mercado, quanto para a estrutura empresarial em si. 

Classificação 

A classificação, por sua vez, é a etapa final do processo, e consiste na organização dos cargos em categorias, de acordo com sua avaliação. 

Essa classificação é utilizada para definir as relações de subordinação e autoridade entre os cargos, e também para estabelecer melhor as políticas de remuneração e benefícios.

Qual a importância da engenharia de cargos?

De forma geral, compreender qual a combinação de soft e hard skills ideais para uma determinada posição, contribui diretamente para aumentar as chances de contratar a pessoa certa para o lugar certo. 

Isso se traduz em alguns benefícios, como a redução da taxa de turnover e aumento dos índices de satisfação, por exemplo. 

Quais os benefícios para as empresas?

Engenharia de cargos: o que é e como a IA pode ajudar o seu RH!

Como vimos, construir um desenho de cargos é uma estratégia eficaz para uma gestão de recursos humanos eficiente, beneficiando tanto a empresa quanto os seus colaboradores. 

Conheça a seguir as principais vantagens: 

  • Melhora da eficiência e produtividade: ajuda a definir com clareza as atividades, responsabilidades e resultados esperados de cada cargo, otimizando a alocação de recursos, reduzindo o desperdício e a aumentando a produtividade;
  • Engajamento e motivação: colaboradores com cargos bem definidos tendem a ser mais engajados e motivados, já que existe uma compreensão clara de suas responsabilidades e expectativas;
  • Satisfação e redução da taxa de turnover: a clareza sobre suas responsabilidades, desafios e oportunidades de crescimento desde o início, contribui para que os colaboradores se sintam mais satisfeitos em suas posições;
  • Desenvolvimento de carreira: um cargo bem desenhado fornece informações úteis para o desenvolvimento de planos de carreira, o que pode ajudar os colaboradores a traçar um caminho de desenvolvimento profissional;
  • Tomada de decisão baseada em dados: as descrições de cargos fornecem informações úteis para a tomada de decisões de recrutamento, seleção, promoção e remuneração;
  • Cultura organizacional fortalecida: uma estrutura de cargos sólida contribui para uma cultura organizacional coesa, especialmente porque ajuda a criar um senso de equidade e justiça entre os funcionários.

Como tornar o processo de engenharia de cargos mais eficiente?

A esse ponto, já sabemos que a engenharia de cargos é bastante vantajosa para as empresas. Mas como tornar esse processo mais eficiente? A resposta é: com a tecnologia!

Graças ao avanço contínuo da tecnologia e, em particular, ao desenvolvimento de soluções de Inteligência Artificial (IA), os gestores e profissionais de recursos humanos hoje contam com ferramentas inteligentes para refinar e acelerar esse processo.

Introduzir a IA no desenho de cargos permite, entre outras coisas, automatizar parte da coleta e análise de dados, liberando os profissionais para atuar em outros aspectos mais estratégicos. 

Os algoritmos também são capazes de vasculhar grandes conjuntos de dados – incluindo currículos, descrições de cargos e avaliações de desempenho – para identificar padrões e competências relevantes, que talvez não sejam óbvios em uma análise humana.

💡Leia também: Simulação de desafios do dia a dia com IA: conheça a aBeelity

Quais as vantagens de utilizar a IA nesse processo?

No tópico anterior, introduzimos algumas das formas pelas quais a IA se apresenta como uma revolução no que diz respeito ao desenho e gestão de cargos nas empresas. 

Agora, vamos conhecer mais diretamente as cinco principais vantagens de utilizar a IA nesse processo: 

  1. Eficiência operacional: a IA acelera a análise de cargos, processando um maior volume de dados em menor tempo, reduzindo o tempo gasto em tarefas administrativas;
  1. Personalização na definição de cargos: a IA considera as habilidades específicas do colaborador para compreender sua necessidade de desenvolvimento, aumentando a  produtividade e satisfação;
  1. Oportunidades claras de crescimento profissional: ajuda a mapear caminhos de carreira, mostrando quais as competências e habilidades são necessárias desenvolver para progredir na empresa;
  1. Decisões mais estratégicas: a IA fornece dados analíticos que ajudam gestores a tomar decisões baseadas em informações concretas sobre a estrutura de cargos;
  1. Economia de recursos: por otimizar o processo de recrutamento e reduzir o turnover, a IA ajuda a cortar custos com rescisões, novas contratações e treinamentos. 

Saiba como a aBeelity pode ajudar

A aBeelity utiliza IA para sistematizar a engenharia de cargos e a combinar os perfis necessários com os profissionais disponíveis. 

Também incorpora a identificação e o fornecimento de treinamentos personalizados para as habilidades que os colaboradores precisam desenvolver. 

Assim, a abordagem tecnológica não apenas valoriza os indivíduos, ajudando a traçar um caminho de crescimento profissional dentro da organização, mas também contribui significativamente para a redução do turnover. 

Saiba mais sobre como as soluções com IA da aBeelity ajudam as empresas e organizações a se tornarem mais eficientes! 

Conclusão

No artigo de hoje, apresentamos o conceito de engenharia de cargos, suas etapas e como a integração com tecnologia ajuda as empresas a alcançarem vantagens estratégicas. 

Investindo na engenharia de cargos com IA, as empresas podem melhorar seus processos de recrutamento e seleção, reduzir o turnover, contribuir para o desenvolvimento de carreira e fortalecer a cultura organizacional.

Esse artigo foi útil? Compartilhe com sua equipe! Visite o blog da aBeelity e confira outros conteúdos relacionados! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais

Solverwp- WordPress Theme and Plugin